Laboratório de inovação: um guia prático de como desenvolver produtos inovadores

Laboratórios de Inovação são uma grande extensão de iniciativas que visam impactar positivamente negócios por meio de ajuda integral, envolvendo cada parte do desenvolvimento de um produto.

A colaboração é um dos fatores principais dos laboratórios de inovação, sendo assim, eles podem existir em diferentes locais, abrangendo desde universidades e órgãos públicos até empresas.

O objetivo desses ambientes é criar, por meio do compartilhamento de ideias e conhecimentos, projetos inovadores, e, para que essa finalidade seja garantida, um elemento indispensável é a disponibilização de uma infraestrutura propícia que incentive a criatividade, o que é gerado pelos espaços abertos e livres para a integração.

Quando falamos de inovação não podemos deixar de falar sobre diversidade, pois é a partir dela que conseguimos criar soluções revolucionárias. Dessa forma, esses ambientes contam com uma equipe multidisciplinar, ou seja, detentora de diferentes conhecimentos e contextos, o que proporciona uma junção complementar de pensamentos se tornando ainda mais potente para o desenvolvimento de uma ideia.

Além disso, diante do alto impacto social esperado, os laboratórios de inovação contam com equipamentos tecnológicos de última geração para que o processo de criação seja otimizado da melhor forma, afinal, como sabemos, a tecnologia pode tornar coisas escassas em abundantes.

Cultura Maker

Um termo muito disseminado na propagação dos laboratórios de inovação é a cultura maker, uma propensão mundial cuja abordagem refere-se a interpretação do que conhecemos como ‘’Do It Yourself’’, isto é, faça você mesmo!

Essa terminologia representa e muito as ações desenvolvidas dentro de um laboratório, visto que os mesmos trazem à tona a autonomia e a iniciativa dos envolvidos para construírem, consertarem e criarem seus próprios produtos.

Esse comportamento foi oficialmente determinado pelo americano Dale Dougherty, no ano de 2005, quando ele publicou a revista Make e alegou que essa cultura é um tipo de Renascença. 

Um exemplo mais próximo do contexto brasileiro que temos hoje é a Campus Party, um festival de inovação que reúne jovens sedentos por experienciar e colocar em prática  suas habilidades em prol da criatividade, da ciência, do empreendedorismo e do universo digital.

Etapas do processo

O laboratório de inovação no contexto de uma empresa pode ser dividido em três principais etapas: discovery, development e deployment.

Discovery

etapa do processo de inovação: discovery

A etapa de discovery permite que o time tenha confiança acerca do que está entregando, no caso, o desejado, um produto útil e viável. Nesse sentido, para isso ser feito de forma eficiente é necessário encontrar um problema para direcionar o desenvolvimento de uma solução, e, posteriormente, uma ideia. Se não partimos do ponto inicial de sanar uma dor nossos esforços serão em vão, pois as pessoas pagam por dores resolvidas.

Essa fase compreende dois passos, o problem space e o solution space. Por meio deles conseguimos entender melhor o nosso cliente e consequentemente o nosso negócio, já que nesse contexto temos um melhor direcionamento da materialização da solução a ser testada com o nosso usuário.

●  Development

etapa do processo de inovação: development

A etapa development é um processo pelo qual as informações de mercado são transformadas em informações para criação de um produto com finalidade comercial.

Desse modo, necessitamos fazer uma avaliação sistemática identificando dois critérios principais: as necessidades dos usuários perante a observação do mercado, e a venda de produtos que satisfaçam essas demandas.

Essa abordagem deve ser implementada conforme o conhecimento das fases de desenvolvimento do produto, dos recursos, da organização e da informação que vai desde dados até relatórios e fichas envolvidas no processo.

● Deployment

etapa do processo de inovação: deployment

No momento de deployment espera-se que o produto seja implantado visando a disponibilização do seu uso. É nessa etapa que temos a possibilidade de realizarmos uma melhoria ou alteração necessária de funcionalidades.

Esse estágio é importantíssimo, pois, se ele não existisse, nenhum site, software ou aplicativo seria utilizado pelos seus usuários finais.

Existem diferentes maneiras de realizarmos deployment, mas graças a tecnologia dos tempos atuais, o modo manual passa a ser simplificado por ferramentas fáceis de serem manuseadas, com o mínimo de risco e maior segurança.

Base do Sucesso

É admirável a riqueza das atividades realizadas dentro de um laboratório de inovação.

Quando a sua empresa tem a possibilidade de usufruir desse projeto as mudanças de transformação são notórias. Quem trabalha com a disponibilização de um produto no mercado sabe que ele é a base do sucesso de um empreendimento, pois se a qualidade não for boa os demais esforços em outras áreas tornam-se inviáveis ou até mesmo inúteis.

Compartilhe esse artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email.

    Artigos recentes

    Redes sociais

    Siga-nos nas redes sociais: